Elétricos em Lisboa – tudo o que precisa de saber!

 

Já pesquisou a palavra Lisboa e notou que o elétrico amarelo está quase sempre presente nas fotografias da cidade?

Esses são os nossos famosos eléctricos que contam com mais de 100 anos de história! 

Os elétricos foram construídos para substituir os carros puxados por animais, vulgarmente chamados Americanos. Muito mais do que conceber os próprios elétricos, o grande desafio de há 100 anos atrás foi criar toda a nova rede de transportes em Lisboa e os seus percursos. Em 1910 foi inaugurada a primeira rota que ligava o Cais do Sodré a Algés, na altura uma zona costeira. Hoje em dia, e passado tanto tempo, este percurso – elétrico 15 – ainda se encontra ativo e, ao longo dos anos, foi estendido por mais 3 paragens!

Sabia que nos anos 50 haviam mais
de 420 elétricos a operar em 38 rotas diferentes? Incrível, não é? Durante esta altura, os eléctricos eram construídos segundo diferentes modelos e tinham variadas alcunhas como São Luis ou Caixotes.

.
Volte atrás no tempo e visite-os no Museu da Carris.

Para saber um pouco mais sobre a História dos Elétricos clique aqui.

Hoje em dia, os elétricos ainda fazem parte da rede de transportes públicos da cidade, com 5 rotas em funcionamento, e isso faz de Lisboa a capital europeia com a maior rede de eléctricos históricos.

 

Enquanto lisboetas, chova ou faça sol, aconselhamos sempre a todos os que nos visitam a experimentar os nossos elétricos, prometemos que não se vai arrepender! Apesar de algumas destas rotas se terem tornado um pouco turísticas, ver a cidade a partir de um eléctrico é quase obrigatório por isso vamos dar alguma informação útil e dicas sobre os eléctricos de Lisboa:

 

QUANTO TEMPO DEMORA CADA PERCURSO E ONDE SÃO AS PARTIDAS?

A duração do percurso do eléctrico é imprevisível pois, numa cidade tão movimentada onde algumas das ruas são muito estreitas, alguns percalços podem tornar a viagem num eléctrico numa aventura! Não se surpreenda se o seu elétrico ficar “preso” por uma carrinha de entregas, por um táxi, uma ambulância ou outros veículos… até mesmo nós, lisboetas, consideramos isso parte da experiência! De qualquer das maneiras, se tudo correr conforme o previsto, a duração de cada percurso é normalmente: 

 ………….        Duração     Partida
Elétrico 12        21 min       Praça da Figueira
Elétrico 15        39 min       Praça da Figueira ou Algés
Elétrico 18        28 min       Cais do Sodré ou Cemitério da Ajuda
Elétrico 25        28 min       Praça da Figueira ou Campo Ourique (Prazeres)
Elétrico 28        48 min       Martim Moniz ou Campo Ourique (Prazeres)

.

QUANTO É QUE UMA VIAGEM DE ELÉTRICO CUSTA? 

Um bilhete comprado directamente no elétrico custa 2,90€ (1 viagem) . Mas se quiser poupar algum dinheiro, vamos dar-lhe uma dica: compre o cartão 7 Colinas ou Viva Viagem (0,50€) e carregue-o com bilhetes simples (1,45€/cada viagem) ou com zapping  (1,30€/cada viagem). Estes bilhetes são válidos em todos os transportes públicos, incluindo o elétrico. Se quiser utilizar vários transportes públicos num só dia, existe a opção de comprar um bilhete diário (6,15€) válido por 24h. Poderá comprar facilmente um destes bilhetes numa estação de metro.

 

.
QUAIS OS ELÉTRICOS QUE COSTUMAM TER FILAS DE ESPERA MAIORES? 

O elétrico 15 e o elétrico 28 são os mais visitados em Lisboa.

Se está a planear apanhar o elétrico 15 e ir até Belém, e apesar da viagem ser feita num elétrico grande e moderno, nós aconselhamos a evitar o pico da manhã. Para voltar de Belém, a fila costuma formar-se mais ao final da tarde.

O internacionalmente conhecido elétrico de Lisboa, o 28, é o mais movimentado. O mais curioso é que se conseguir entrar e, por muito que esteja apertado, as portas fecharem, o eléctrico segue o seu percurso sem qualquer problema. Evite as longas filas ao apanhar este elétrico de manhã cedo ou ao fim da tarde, especialmente no verão!

 

PONTOS DE INTERESSE DE CADA PERCURSO: 

Tram 12 – Este é o único elétrico que faz um percurso seguido, ou seja, inicia-se e termina no mesmo ponto, o que pode ser muito prático para quem queira dar uma volta curta à cidade. Recomendamos que saia no Largo das Portas do Sol, aprecie a vista, e desça para o Miradouro de Santa Luzia.

Tram 15 – Saia na saída “Belém” ou “Mosteiro dos Jerónimos” e vá provar o nosso tão famoso Pastel de Belém. Entre na Antiga Confeitaria de Belém, sente-se numa das mesas e, para além do Pastel de Belém, peça uma bica – nome que os Lisboetas dão ao café expresso. Quando tiver terminado, aproveite para visitar a zona envolvente e os monumentos que fazem parte do Património Mundial da UNESCO. Comparado com as rotas dos outros elétricos, o percurso do elétrico 15 é o maior por isso é comum, principalmente em horas de ponta, que a viagem seja feita abordo de um elétrico moderno e grande. Todavia, ainda circulam alguns antigos.

Tram 18 – Já que está em Belém, suba abordo do eléctrico 18 e desça na Calçada da Ajuda e visite o Palácio da Ajuda! Tenha atenção que este eléctrico não se encontra em funcionamento aos Domingos e Feriados.

Tram 25 – Saia na “Estrela” e entre na Basílica da Estrela e passeie no jardim com o mesmo nome. Infelizmente, só pode apanhar este eléctrico em dias úteis. Caso queira, o eléctrico 28 também passa na Estrela.

Tram 28 – Esta é a rota mais famosa em Lisboa e por isso a mais concorrida! Este percurso passa por alguns pontos do percurso do eléctrico 28 e do eléctrico 25. Começando na Praça do Martim Moniz, o elétrico 28 faz uma trajectória pelos antigos bairros de Lisboa como por exemplo a Mouraria, Graça, Alfama, Baixa, Chiado e Estrela.

 

Para consultar os horários e percursos detalhados, consulte o site da Carris.

 

Se gosta de História e se quer saber mais sobre os famosos elétricos de Lisboa, venha navegar connosco a abordo da Caravel On Wheels

Irá aprender sobre a História de Lisboa e os seus elétricos, ao mesmo tempo que eles vão passando por nós nos bairros típicos como Alfama, Mouraria, Chiado, Baixa e Belém.

De uma forma mais personalizada, evite as longas filas de espera, e desfrute dos vídeos sobre a história da cidade que preparámos para si, abordo de um autocarro aberto com tablets em cada lugar.

 

 

Partilhe connosco as suas fotos dos eléctricos em Lisboa e partilhe connosco no Facebook e Instagram #eletricoslisboa #lisbontram #caravelonwheels

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *